Dicionário da saúde: balanite
Saiba mais sobre essa doença que acomete os homens.
2020-08-20 14:09:02
A balanite é uma inflamação que atinge os homens, mais precisamente na região genital. Pode acontecer na cabeça do pênis (glande) ou na pele que recobre a cabeça do pênis (o prepúcio). Neste último caso, a doença leva o nome de balanopostite. Sua causa pode ser originária de uma infecção bacteriana ou fúngica (cândida albicans), por um trauma ou alergia na região, pela má higiene local, entre outros. Quando causada por infecções, é considerada uma doença sexualmente transmissível. Se não tratadas, a balanite e a balanopostite podem eventualmente evoluir para um quadro de câncer peniano¹.

Os principais sintomas são a vermelhidão, calor e dor no local, além de coceira e a presença de secreção com mal cheiro. Em alguns casos, pequenas feridas aparecem na glande. O tratamento da balanite, bem como da balanopostite, depende da causa. Por exemplo, se provocada por conta de alergias (que podem ser a sabonetes, pomadas ou alguns tecidos de roupa), recomenda-se a suspensão do uso e, em alguns casos, o uso de remédios anti-inflamatórios¹,².

Quando provocadas por fungos ou bactérias, é necessário, dependendo do agente causador, do uso de medicamentos antifúngicos ou antibióticos¹. Nos homens com fimose – excesso de pele que cobre o pênis³, pode ser recomendada a cirurgia (circuncisão). Com a retirada desse excesso de pele, a higienização é melhorada, evitando o acúmulo de agentes infectantes. É importante que seja feito também o tratamento junto à parceira, para eliminar de forma mais eficaz o fungo ou bactéria¹.

Apesar de ser uma doença que pode se manifestar em qualquer homem, existem alguns fatores predisponentes, como o diabetes e a obesidade. Além disso, outras infecções sexuais, como a gonorreia, a herpes e a sífilis, também podem estar ligadas a balanite².

A melhor maneira de prevenção é ter bons hábitos de higiene e usar preservativos durante a relação sexual.

 

Câncer de pênis4

Este tipo de câncer pode ser provocado pela má higiene da região (além da infecção por HPV). Por isso, o asseio diário, com água e sabão, é tão importante. Nos casos mais graves deste tipo de câncer, é necessário amputar o pênis, trazendo muitos efeitos psicológicos e sexuais ao homem.

A retirada da fimose também é preventiva, uma vez que facilita a limpeza local.

 
Fontes:

1- Balanites – Sociedade Brasileira de Urologia. Disponível em: http://sbu-sp.org.br/publico/balanites/. Último acesso em 17 de agosto de 2020.

2- Balanopostite, higiene genital e fimose. Portal da Urologia – Sociedade Brasileira de Urologia. Disponível em: https://portaldaurologia.org.br/publico/sbu-jovem/sbu-jovem-artigos/balanopostite-higiene-genital-e-fimose/. Último acesso em 17 de agosto de 2020.

3- Fimose: o que é, diagnóstico, causas, sintomas e cirurgia – Ministério da Saúde Brasil. Disponível em:  https://saude.gov.br/saude-de-a-z/fimose. Último acesso em 17 de agosto de 2020.

4- Câncer de pênis: causas, sintomas, tratamento, diagnóstico e prevenção – Ministério da Saúde Brasil. Disponível em:  http://www.saude.gov.br/saude-de-a-z/cancer-de-penis. Último acesso em 17 de agosto de 2020.