Como realizar o autoexame das mamas

Uma vez por mês o ritual deve ser seguido. É simples e pode ser feito no banho, em frente ao espelho ou deitada

Publicado em: 8 de outubro de 2015  e atualizado em: 4 de novembro de 2021
  • Para compartilhar

O câncer de mama pode se manifestar de diversas formas, e quando a mulher está bem informada, compreende melhor que quanto mais cedo for detectado, mais fácil será curá-lo. A detecção precoce é uma estratégia fundamental na luta contra o câncer de mama, e fazer o autoexame periodicamente também é uma forma importante de prevenção para a redução do estágio de apresentação do câncer. A educação da mulher, nesse sentido, bem como também a dos profissionais de saúde, é o que define um tratamento eficaz caso um nódulo seja encontrado.

A mulher conhecer detalhadamente suas mamas facilita todo o processo, que deve começar a partir dos 20 anos de idade. O melhor momento para o autoexame é uma semana depois da menstruação. Depois dos 40 anos, a mamografia deve ser realizada uma vez por ano, pois algumas lesões não são palpáveis no autoexame. A menopausa é um período chave para se ter mais atenção com o câncer de mama, apesar de nódulos benignos poderem aparecer em qualquer idade. Na menopausa o autoexame deve ser feito em um dia do mês, a escolha da mulher, e repetido de 30 em 30 dias.  

O autoexame pode ser feito em pé, durante o banho ou em frente a um espelho, por exemplo, ou deitada.  

  • Em frente ao espelho, veja se tem alguma diferença na aparência dos seios, como caroços, relevos etc. Faça isso em diversas posições, como braços levantados, abaixados e mãos na cintura. Observe os mamilos também; esprema e veja se sai alguma secreção, pois isso e dores são sinais de alerta.
  • Já no banho, com a pele molhada e ensaboada, a mão desliza mais fácil, por isso é um ótimo lugar para fazer o seu autoexame. Apoie o braço esquerdo sobre a cabeça e com a mão direita examine a mama esquerda. Não tenha pressa. Divida o seio em "setores" e certifique-se que cada um esteja sendo bem analisado. Movimentos circulares. É a polpa dos dedos que percebe melhor alterações, não as unhas.
  • Deitada na cama, coloque uma toalha dobrada sob o ombro direito para analisar a mama direita. Faça os mesmos movimentos que faria no chuveiro e apalpe as axilas também. Refaça todo o processo com a mama esquerda.

O autoexame é importante e se você sentir algo que se pareça com um nódulo, o próximo passo é procurar um médico, para que um novo exame seja feito, mais atento, e até uma possível mamografia.  

5

O autoexame leva apenas alguns minutos, mas pode valer uma vida! Consulte seu médico e faça os exames preventivos regularmente.



Fontes: 1. Autocuidado, detecção precoce e redução de risco. Femama. Último acesso em 29 de junho de 2021. 2. Detecção precoce. Inca. Último acesso em 29 de junho de 2021. 

Este material tem caráter meramente informativo. Não deve ser utilizado para realizar autodiagnóstico ou automedicação. Em caso de dúvidas, consulte sempre seu médico.
  • Para compartilhar