As doenças mais comuns na infância

O cuidado com os pequenos é essencial para a saúde e o bom desenvolvimento  

Publicado em: 12 de outubro de 2020  e atualizado em: 4 de novembro de 2021
  • Para compartilhar

Vamos falar sobre as doenças mais comuns que acometem os pequenos. Se você é uma mãe ou pai de primeira viagem, são muitas etapas desde o nascimento até a adolescência. Primeiro, listamos algumas vacinas imprescindíveis que são o melhor método de prevenção contra algumas doenças¹. Mantenha a carteirinha deles atualizada e informe-se das campanhas oficiais do governo.

Catapora: também conhecida como varicela, é provocada pelo vírus Varicela Zoster. O principal sintoma são as manchas vermelhas espalhadas pelo corpo (que provocam coceira), podendo aparecer dentro da boca, do nariz e das orelhas. Essas manchas se tornam pequenas bolhas de água, que após alguns dias, formam casquinhas e caem. A criança pode apresentar febre alta, cansaço, dor de cabeça e perda de apetite.

Caxumba: É uma infecção viral que acomete as glândulas salivares (geralmente a parótida), sublinguais ou submandibulares, todas próximas aos ouvidos. Essas glândulas incham e ficam doloridas. Além disso, a caxumba também causa dor de cabeça e muscular, febre, calafrios e dor ao mastigar ou engolir.

Coqueluche: Causada pela bactéria Bordetella pertussis, esta doença atinge o aparelho respiratório. Ela possui os mesmos sintomas de uma gripe, como febre baixa, mal-estar, coriza e tosse seca. Com o agravamento da doença, a tosse se intensifica, provocando falta de ar, seguida de um som de guincho específico e vômitos.

Meningite: Pode ser causada tanto por vírus quanto bactéria e provoca uma inflamação nas membranas que recobrem e protegem o sistema nervoso central localizado no cérebro. Os principais sintomas são febre, rigidez na nuca, dores de cabeça, vômito, dores musculares, confusão mental, entre outros.

Poliomielite: Conhecida também como paralisia infantil, é uma infecção viral aguda causada por um dos três poliovírus. Acomete o sistema neurológico, provocando paralisia dos movimentos musculares.

Rubéola: Os principais sintomas são febre alta, dor de cabeça e de garganta, aumento das glândulas perto do pescoço e ouvidos e manchas vermelhas na pele. A criança com rubéola apresenta um aspecto avermelhado ou rubro.

Sarampo: Infecção viral semelhante a catapora, pois também apresenta bolinhas vermelhas pelo corpo e coceira. Os sintomas de início são febre, tosse, olhos inchados e irritados, podendo surgir pequenas ínguas no pescoço. O sarampo exige atenção especial, pois podem surgir complicações como pneumonias, encefalites, otites e diarreias.

Todas as doenças mencionadas acima são contagiosas

Outras doenças comuns em crianças são:

Refluxo: Caracteriza-se quando o conteúdo do estômago volta para esôfago, após as refeições. É um quadro comum em crianças, principalmente em bebês que ingerem apenas leite materno e em grandes quantidades. Em alguns casos, apresenta vômito ou a regurgitação. Se a criança apresentar algum sinal de alerta, como perda de peso ou dor, é preciso procurar um pediatra².

Dor abdominal: Podem ocorrer por conta de problemas gastroenterológicos, como diarreia aguda por infecção intestinal, pancreatite, úlceras, doenças inflamatórias do intestino (doença de Crohn ou retocolite ulcerativa), intolerância a carboidratos (como a lactose), entre outros. Além disso, doenças como invaginação intestinal (processo em que uma porção do intestino entra para dentro de si mesmo) ou o divertículo de Meckel também podem causar dor abdominal. A consulta ao médico é sempre importante para investigar a causa³.

Rinite alérgica: é uma doença crônica que acomete a mucosa do nariz. De origem genética e hereditária, é bastante comum na infância. Obstrução nasal, com a criança só conseguindo respirar pela boca, coceira no nariz, olhos e/ou ouvidos, crises de espirros ou nariz escorrendo o tempo todo são os principais sintomas4.

Rinossinusite aguda:  infecção nas cavidades nasais e nos seios da face, que podem ser causadas tanto por vírus quanto bactérias. Os principais sintomas são obstrução nasal, dor de garganta, febre, espirros, coriza e falta de apetite. Após alguns dias, a secreção nasal, que é mais aquosa, apresenta uma coloração verde ou amarela5



Fontes: 1. Doenças Infantis. Fiocruz Fundação Oswaldo Cruz. 2. Refluxo gastroesofágico – Sociedade Brasileira de Pediatria. Último acesso no dia 7 de outubro de 2020. 3. Dor abdominal. Sociedade Brasileira de Pediatria.  . Último acesso no dia 7 de outubro de 2020. 4. Rinite alérgica – Sociedade Brasileira de Pediatria. Último acesso no dia 7 de outubro de 2020. 5. Rinossinusite na infância – Sociedade Brasileira de Pediatria. Último acesso no dia 7 de outubro de 2020.

Este material tem caráter meramente informativo. Não deve ser utilizado para realizar autodiagnóstico ou automedicação. Em caso de dúvidas, consulte sempre seu médico.
  • Para compartilhar