Antrofi
Antrofi
Indicação
Antrofi (promestrieno) é indicado para o tratamento de alterações tróficas (distúrbios) da vulva e da vagina, causadas pela redução ou falta de estrogênio no organismo. Antrofi (promestrieno) também é indicado para acelerar a cicatrização de lesões na vagina e colo do útero no período pós-parto normal, pós-cirurgia ou após terapias locais com agentes físicos.
Princípio ativo
Promestrieno
Concentração
10 mg/g
Apresentação
Embalagem com 1 bisnaga de 30 g contendo promestrieno na concentração de 10 mg/g + 20 aplicadores descartáveis.
Informações Práticas
Prescrição médica
Sob Prescrição Médica
Creme Vaginal
Estrógenos simples
Antrofi
Indicação
Antrofi (promestrieno) é indicado para o tratamento de alterações tróficas (distúrbios) da vulva e da vagina, causadas pela redução ou falta de estrogênio no organismo. Antrofi (promestrieno) também é indicado para acelerar a cicatrização de lesões na vagina e colo do útero no período pós-parto normal, pós-cirurgia ou após terapias locais com agentes físicos.
Baixar a bula
Compre aqui
Contra-indicação
Você não deve utilizar Antrofi (promestrieno) nos seguintes casos: • Se tiver hipersensibilidade (alergia) conhecida ao promestrieno ou a qualquer dos componentes da formulação; • Se estiver amamentando; • Se utiliza produtos espermicidas;. • Histórico ou suspeita de câncer de mama; • Histórico ou suspeita de tumor maligno estrógeno dependente (tal como câncer endometrial); • Sangramento vaginal de causa desconhecida; • Hiperplasia endometrial (crescimento excessivamente anormal do endométrio) não tratada; • Antecedente ou quadro de tromboembolismo venoso (formação de coágulo dentro da veia, impedindo a circulação do sangue), tais como trombose venosa profunda (formação de um coágulo sanguíneo em uma veia), embolia pulmonar (formação de um coágulo no pulmão); • Distúrbios trombofílicos diagnosticados (tais como deficiência de Proteína C, Proteína S ou antitrombina, vide item “4. O QUE DEVO SABER ANTES DE USAR ESTE MEDICAMENTO?”); • Doença tromboembólica (doença na coagulação do sangue) arterial ativa ou recente (tal como angina (dor no peito), infarto do miocárdio); • Doença hepática (doença do fígado) aguda ou histórico de doença hepática na qual a função hepática não tenha retornado à normalidade; • Porfiria (doença genética rara que se manifesta através de problemas na pele e/ou com complicações neurológicas). Este medicamento é contraindicado para uso por homens. Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas ou que possam ficar grávidas durante o tratamento.